A democracia foi a vitoriosa. Mas, qual democracia?

 

Assim que terminou a apuração, a Frente-Ampla se apressou em dizer que a democracia foi a maior vitoriosa. Palavras repetidas por Lula. Mas de qual democracia eles falam?

Falam da democracia dos ricos, da democracia burguesa, uma forma de democracia que poucas pessoas decidem o destino da maioria.

No Brasil, poucas pessoas controlam a maior parte da riqueza produzida pelos trabalhadores. São empresários, banqueiros, juízes, grandes comerciantes, diretores e gerentes de grandes empresas. Esses mesmos ricos controlam o poder político (Congresso Nacional, Judiciário e outras instituições do Estado) e dominam os instrumentos ideológicos como igrejas, meios de comunicação, escolas etc.

E esse poder político é para manter o controle sobre a classe trabalhadora e impedir que ela se rebele contra as injustiças.

Como ter democracia numa sociedade tão desigual em que a minoria decide e usufrui da riqueza? Não há democracia com desigualdade social, com pessoas passando fome, com desempregados. Por isso dizemos que a democracia no capitalismo é, na verdade uma ditadura da burguesia contra a classe trabalhadora.

A verdadeira democracia, a da maioria, só quando a classe trabalhadora assumir o poder e as decisões serem em proveito da maioria da sociedade e não de um punhado de proprietários.